TuneList - Make your site Live

sexta-feira, janeiro 29, 2010

Pequeno-almoço de Imbolc

Bem para Pequeno-Almoço de Imbolc recomendamos Crepes de Ricota e Ameixas Pretas e, como ainda está frio, um capuchinho bem quente para acompanhar.

Crepes de Ricota e Ameixas Pretas
Para a massa
2 xícaras de leite
1 ovo
1 xícara de farinha de trigo

Bata tudo no liquidificador. Frite pequenas porções de massa na frigideira formando os crepes. Vire bem a massa para que os crepes saiam bem finos. Vá empilhando um a um. Recheie com o creme de ricota e passas e sirva com o molho quente.

Recheio
500 g de ricota
2 xícaras de ameixas picadas embebidas em vinho branco seco e açúcar
açúcar à gosto
1 colher de chá de baunilha
½ xícara de creme de leite
Amasse bem a ricota com um garfo e misture o creme de leite, a baunilha e por último as ameixas escorridas, coloque açúcar a gosto e recheie os crepes. Caso queira pode bater a ricota com o creme de leite e a baunilha no processador, assim o creme ficará mais liso.

Molho
1 chávena de mel
½ chávena de vinho tinto seco
Coloque o mel e o vinho numa panela, misture e deixe ferver até reduzir e virar um molho encorpado. Regue os crepes com o molho e sirva acompanhado de creme de chantilly azedo (opcional)

Enjoy!!
Olá! O Imbolc está a aproximar-se. Acontece muitas vezes não nos lembrarmos que cozinhar nos Sabbats, por isso, resolvemos organizar um cardápio com refeições que tenham elementos relacionado com o Imbolc. Cada dia, até a Imbolc vão aparecer uma ou mais receitas para cada refeição. Enjoy!

segunda-feira, janeiro 18, 2010

O Lugar da Esperança*


Todos os dias esperamos pelo melhor. Melhor tempo, melhores oportunidades, melhores rotinas, melhores rendimentos, melhores experiências. O "espero" está mais ligado ao destino que, na sua maneira kármica, concede o que acha melhor. E nós?
O nosso tempo é o do quero e acontece em simultâneo. O ideal de lutar pelo que queremos. Só nos lembramos da atitude esperançosa quando mais nada funciona, quando tudo nos falhou, quando nos acontece qualquer coisa inevitável, incontrolável... Ter esperança na sua maneira mais serena, simplesmente porque temos um desejo longínquo que sabemos que precisa de tempo para se manifestar, ou aqueles que sabemos confiar ao tempo que é mais sábio que nós, tem sido relacionada a uma atitude mais passiva perante a vida. Acolher a esperança e a sua pautada visão do mundo não é em si pejorativo. É dar apenas espaço aos presentes que o destino tem para nos dar e que nos esperam também. É acalentar uma luzinha quente nos dias mais sombrios e acreditar, que tudo tem o seu tempo, até a dor, e que como tudo na terra, muda e evolui. Ter esperança é acreditar que tudo está ligado e que é em momentos difíceis que percebemos a nossa força interior exactamente porque suporta essa luzinha no coração.

Hoje, acendo uma vela em nome da minha esperança. Para que não me esqueça da que tenho no meu coração e me lembrar da força que a suporta.


Hope

Hope is the thing with feathers
That perches in the soul,
And sings the tune without the words,
And never stops at all,

And sweetest in the gale is heard;
And sore must be the storm
That could abash the little bird
That kept so many warm.

I've heard it in the chilliest land
And on the strangest sea;
Yet, never, in extremity,
It asked a crumb of me.

Emily Dickinson

sábado, janeiro 09, 2010

Chás, Infusões, Decoações, Herbário



Sentimos muitas vezes a necessidade de recorrermos a produtos naturais, como chás e afins, em vez de medicamentos farmacêuticos para tudo o que nos aflige e dá comichão. Para se ser responsável pelo próprio bem estar, nada melhor do que procurar o equilíbrio entre a ciência e os remédios caseiros da avó.
Por isso, se precisarem de alguma receita de chás, estejam à vontade em contactar-nos. Lembrem-se que cada organismo é um universo de compatibilidades, por isso convém termos em mente que a relação que criamos com as ervas.

irmandadedoarcoiris @ gmail.com

E nós teremos todo o prazer em ajudar-vos.

Um conselho que vos dou já é que devem arranjar uma caixinha com compartimentos para por lá os seus chás ou guardá-los em potes, porque ter o seu próprio herbário é sempre bom.

segunda-feira, janeiro 04, 2010

A Lua Azul e o 1º post do ano 2010*



É o primeiro post do ano! E a Lua concedeu-nos um eclipse parcial na sua noite Azul (a segunda lua cheia do mês). Alguém além de nós consegue sentir as ondas de magia no ar a celebrar connosco este novo ano de 2010? São muitas as pessoas que marcam este dia como um momento de viragem, e essa crença dá-lhes força e esperança para enfrentarem os tempos vindouros. Há quem faça resoluções de fim de ano, deitar fora o que não interessa mais, e este é um processo de limpeza e purificação (muito ligada aos brindes com bebidas alcoólicas) que simbolizam a preparação para algo novo, que acaba de chegar, que representa tudo o que nos espera de bom e menos bom, e isso dá-nos uma tela para projectarmos sonhos (novos ou os que ainda não se deram), e mudanças necessárias acompanhadas da força para as concretizar. Por isso recebemos as Bênçãos da Lua Cheia Azul que além de nos inundar com a sua luz mágica e cheia de boa energia, também nos concedeu a visão misteriosa do seu eclipse parcial.