TuneList - Make your site Live

sábado, julho 18, 2009

Lughnasadh, Lammas, 1.ª Colheita



Lammas ou Lughnasadh é o Festival da primeira colheita, um festival do fogo.
Data também chamada de "Bilberry Sunday" (domingo dos arandos), fruta abundante na zona da Grã-Bretanha e cuja colheita se dá de meados de Julho a Agosto.

Este Sabbat é celebrado a 1 de Agosto, época ideal para agradecer por todas as nossas colheitas, sejam elas boas ou não, pois sabemos que tudo é necessário para o nosso crescimento espiritual.

No Lughnasad, Sabbat que marca o início da estação da colheita e é dedicado ao pão a Lugh, Dana, Aine e a todas as divindades da colheita, fartura e protecção, os Bruxos agradecem aos deuses pela colheita com várias oferendas às deidades para assegurar a continuação da fertilidade da terra, e honram o aspecto da fertilidade da união sagrada da Deusa e do Deus.

A tradição pede que sejam feitos bonecos com espigas de milho ou ramos de trigo representando os Deuses, que nesse festival são chamados Senhor e Senhora do Milho.
Deve-se agradecer tudo o que foi colhido, pois sendo bom ou menos bom, tudo é um veículo evolutivo.

O outro nome do Sabá é Lammas, que significa "A Massa de Lugh". Isso deve-se ao costume de se colher os primeiros grãos e fazer um pão que é dividido entre todos. Os membros do Coven devem fazer um pão comunitário, que deverá ser consagrado junto com o vinho e repartido dentro do círculo.
O primeiro gole de vinho e o primeiro pedaço de pão devem ser lançados ao Caldeirão, para serem queimados juntamente com papéis, onde estarão escritos os agradecimentos, e grãos de cereais.
O boneco representando o Deus do milho também é queimado, para nos lembrar de que nos devemos libertar de tudo o que é antigo e desgastado para que possamos colher uma nova vida. É costume guardar uma boneca do ano que se esta a celebrar e queimar uma do ano anterior para trazar boa sorte. O Altar é enfeitado com sementes, ramos de trigo, espigas de milho e frutas da época.

O vocábulo "Lughnasadh" também foi traduzido como "casamento de Lugh". Assim, durante esse momento do ano era habitual estabelecer entre as famílias as futuras uniões dos filhos, a data da celebração das núpcias cujo pacto durava um ano e um dia e podiam renovar-se cada ano nesta data.

É nesta data que se inicia a morte do Deus, uma vez que os dias se vão tornando mais pequenos. Lugh é o deus celta do Sol.

Sem comentários: