TuneList - Make your site Live

quarta-feira, julho 29, 2009

Sabbat Lammas ou Lughnasad para solitários

1° de Agosto ou 2º de fevereiro
Comece marcando um círculo com cerca de 3m de diâmetro. Erga um altar no centro do círculo, voltado para o norte. Sobre ele, coloque uma vela da cor apropriada (laranja ou amarela) do Sabbat. À esquerda (oeste) da vela, coloque um cálice com água (preferivelmente água fresca de chuva ou água de uma fonte de montanha) e uma bandeja ou prato à prova de fogo, contendo uma boneca nova de milho e uma do Sabá Lammas do ano anterior. A norte da vela, coloque um prato com sal, pó de terra ou areia para representar o elemento terra. À direita
da vela (este)coloque um punhal consagrado (athame) e/ou uma espada cerimonial consagrada e/ou varinha e um incensório com incenso de alóe, rosa ou sândalo.
Salpique um pouco de sal para consagrar o círculo e, então, começando pelo Norte, trace o círculo com a ponta da espada cerimonial, com a sua varinha ou dedo indicador da sua mão do poder, movendo-se no sentido dos ponteiros do relógio, en­quanto diz:


"Com o Sal e a Espada Sagrada (ou varinha)
eu te consagro e invoco,

oh círculo de magia e luz deste Sabbat,
sob o nome sagrado da Deusa e do Deus
e sob a sua divina protecção.

Que se inicie agora este Ritual Lammas,
com alegria e comtemplação."

Coloque de volta no altar a espada cerimonial ou a varinha (se usou alguma delas). Acenda a vela e diga:


"Neste círculo consagrado do Sabbat eu vos conjuro, agora, oh espíritos sagrados do antigo e místico Elemento Fogo.

Acenda o incenso e diga:
Neste círculo consagrado do Sabbat eu vos conjuro, agora, oh espíritos sagrados do antigo e místico Elemento Ar.

Segure o punhal na mão direita e, com a ponta da lâmina, trace um pentáculo (estrela de cinco pontas) no sal, pó ou areia e diga:
Neste círculo consagrado do Sabbat eu vos conjuro, agora, oh espíritos sagrados do antigo e místico Elemento Terra.
Mergulhe a lâmina do punhal no cálice com água e diga:
Neste círculo consagrado do Sabbat eu vos conjuro, agora, oh espíritos sagrados do antigo e místico elemento Água. "


Coloque o punhal de volta no altar. Pegue a boneca nova de milho e coloque-a junto à vela, e diga:

"Oh, Senhores da Colheita,
Eu agradeço-vos por nos sustentar
Nas próximas Estações e
Pela generosidade desta colheita.
Assim seja."

Pegue a antiga boneca de milho e queime-a na chama da vela. Coloque-a na bandeja ou prato à prova de fogo. Enquanto ela queima, recite o seguinte verso mágico do Sabbat:

"Senhora e Senhor da Colheita do passado, Queimem agora. Aos Deuses vós devereis voltar.
Aençoai-me com a sorrte e o amor do Deuse da Deusa acima. Assim seja!"

Encerre o ritual afastando os espíritos elementais, apagando a vela e desfazendo o círculo em movimento contrário ao sentido dos ponteiros do relógio com a espada cerimonial, varinha ou com o dedo indicador da mão do poder.
Enterre as cinzas da antiga boneca de milho, como oferenda à Mãe Terra, e guarde a boneca nova para o próximo Sabbat Lammas.

De seguida proceda ao banquete, pois qualquer ritual requere o uso de energia e deixa-nos um pouco fracos embora, também, energizados no sentido de felicidade.

A minha sugestão é a seguinte: para bolo pode levar uma tartezinha de frutos do bosque, muffins de mirtilos ou de milho, uma vez que são frutas cuja colheita se dá nesta altura; para bebida pode optar por vinho, ginger ale ao cerveja normal (se for conduzir não beba cerveja com álcool) ou então um suminho Compal (que é sempre a minha escolha).

Sem comentários: